Codevasf entrega obra de contenção de processo erosivo em Barra. Em Sítio do Mato obra continua paralisada

Responsável por diversas obras de combate ao processo erosivo ao longo do Rio São Francisco, a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) entregou a obra na localidade de Porto Novo, pertencente ao distrito de Itacoatiara, no município de Barra.

A intervenção com talude e reflorestamento da margem teve como executor o Exército Brasileiro. O 4º Batalhão de Engenharia e Construção (4 º BEC), sediado em Barreiras, foi a novidade nesse programa do Governo Federal de revitalização no Rio São Francisco, já que nas outras ações que foram e vinham sendo executadas, empresas privadas eram as responsáveis pelas obras.

De acordo com a Codevasf, foram cerca de R$ 9,8 milhões alocados na obra que englobou uma área de 2,8 km de extensão. A participação da população local em constante diálogo com o Exército Brasileiro foi um dos fatores que trouxe um novo modelo para as ações da autarquia na recuperação do Rio São Francisco.

Apesar da entrega recente, segundo informações, uma outra obra da autarquia federal continua paralisada no município de Sítio do Mato desde o final de 2016 . A intervenção inacabada, considerada precária em partes por especialistas, foi realizada no distrito de Gameleira da Lapa, cuja população da zona urbana se aproxima de 4 mil habitantes. O custo da intervenção foi de aproximadamente R$ 12 milhões, numa parceria com Companhia de Engenharia Hídrica e Saneamento da Bahia (Cerb), do Governo da Bahia, e executada pela a empresa privada Emprenge.

Moradores da zona urbana do distrito de Gameleira da Lapa afirmam que parte das intervenções já se deterioram. Alguns dos motivos alegados estão a mudança de projeto, a falta de comunicação e a não percepção de crescimento e desenvolvimento da localidade.

Ainda de acordo com relato dos moradores, um novo projeto deverá ser apresentado pelos órgãos responsáveis, diferentemente da outras áreas onde as obras aconteceram. O novo projeto de Gameleira deverá seguir o modelo de Malhada, por ser zona urbana, a intervenção contou com a construção de um cais de contenção. A localidade de “Gameleira da Lapa possui características urbanas e não rurais, e a obra é fundamental para o futuro da localidade”, destacou o morador em relatório enviado a redação do GNews.

Além de Barra e Sítio do Mato, a Codevasf e a Cerb realizaram intervenções nos municípios de Muquém de São Francisco e Malhada. O volume de recursos gastos nas obras superam a casa dos R$ 40 milhões.

One thought on “Codevasf entrega obra de contenção de processo erosivo em Barra. Em Sítio do Mato obra continua paralisada

  1. Maria Dalva Ladeia

    - Edit

    Reply

    Concordo com essa publicação,como tive minha casa metade destruída e com grade modificação no projeto o cais que fizeram muitas pontos desmoronando eu não tive coragem de consertar com medo de voltar tudo como antes.
    CODEVASF e CERB são conhecedores do risco.Prometeram que iriam consertar simplesmente desapareceram.

Você concorda? Comente! Seu ponto de vista é importante.