Comunidades Quilombolas serão beneficiadas com cisternas

As comunidades Quilombolas de Muquém do São Francisco, Bom Jesus da Lapa, Sítio do Mato e Serra do Ramalho serão beneficiadas com a construção de diversas cisternas, com capacidade de armazenamento de até 16 mil litros de água, no programa Programa de Cisternas às Comunidades Quilombolas do Governo da Bahia e o Ministério da Cidadania.

A ação terá uma investimento próximo a R$ 5 milhões, visando garantir água de qualidade e própria para o consumo humano para quem sofre com a escassez das chuvas, e será executada pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS) e pela Secretaria Nacional de Políticas da Igualdade Racial.

Segundo a SJDHDS, “as famílias beneficiadas residentes das comunidades quilombolas vão ser certificadas pela Fundação Palmares. Entre os critérios para receber as cisternas estão ser atingidas pela seca ou falta regular de água; e estar enquadrados dentro dos critérios de elegibilidade do Programa Bolsa Família.”

Ainda com base em informações da Secretaria Nacional de Defesa Civil, do Ministério do Desenvolvimento Regional, Bom Jesus da Lapa, Sítio do Mato, Muquém do São Francisco e Serra do Ramalho estão em situação de emergência em razão da estiagem na região. Os reconhecimentos estão vigentes até setembro e novembro de 2019.

Você concorda? Comente! Seu ponto de vista é importante.