Frutas de Bom Jesus da Lapa começam a “ganhar” o mundo

O município de Bom Jesus da Lapa vem se consolidando entre os principais produtores da fruticultura brasileira e passa ganhar espaço também no exigente mercado internacional.

De acordo com os dados da Pesquisa Municipal (PAM), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o município foi o 10º maior produtor de frutas do Brasil em 2017, ante 23º lugar na pesquisa de 2016. Isso mostra o relevante avanço dos produtores lapenses no aumento da produção nas áreas do Projeto Formoso.

A evolução da produção no município permitiu maior penetração das frutas no mercado brasileiro. Diante desse ganho de mercado interno e com a melhoria da qualidade dos produtos, os produtores lapenses realizaram suas primeiras vendas internacionais em 2018.

O aumento da demanda do mercado europeu por frutas, conhecido por ser seletivo na qualidade e nos métodos de produção, permitiu que as frutas produzidas em Bom Jesus da Lapa fossem parar na mesa de várias famílias no velho continente, principalmente no Bloco da União Europeia.

De acordo com dados da Secretaria de Comércio Exterior (SECEX), entre maio e agosto de 2018 foram embarcadas pouco mais de 38 toneladas de frutas, como mamão, bananas e melancias para países como Reino Unido, Portugal, Espanha e Alemanha. O faturamento com as vendas externas totalizou cerca de US$ 38 mil, aproximadamente 153 mil reais.

De acordo com a Abrafrutas (Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados), o melão brasileiro aumentou sua participação no total que a União Europeia compra de outros países de fora do bloco, além da melancia também ter tido ótimo desempenho nas exportações para esta região.

A crescente demanda da União Europeia por frutas frescas pode ser uma boa oportunidade para que os embarques de frutas lapense continuem durante o restante do ano de 2018 e alcance novos recordes em 2019. Para isso, o contínuo investimento na qualidade, produtividade, diversificação e busca por novos compradores são necessários.

Dê sua opinião, Comente!