Polo bioenergético e sucroalcooleiro em Muquém de São Francisco deve gerar milhares de emprego

Grande aposta do Governo do Estado da Bahia para o desenvolvimento econômico e social da região são franciscana do Oeste da Bahia, a implantação de Polo de Desenvolvimento Bioenergético e Sucroalcooleiro deverá trazer um novo dinamismo e gerar empregos.

O projeto já está em implantação no município de Muquém com a construção de uma Usina de cana-de-açúcar na Fazenda Paranhos, e o início das operações está previsto para o segundo semestre deste ano. Os investimentos na unidade devem ser de R$ 107 milhões e a fábrica terá capacidade de produzir anualmente 1,9 mil sacas de açúcar, 9,4 milhões de litros de etanol anidro e 9,4 milhões de litros de etanol hidratado e com perspectiva de gerar cerca de 200 empregos diretos inicialmente.

No último dia 17 de fevereiro, o Vice-Governado e Secretário de Desenvolvimento Econômico da Bahia, João Leão, reuniu uma comitiva de outros secretários de estado, como de Agricultura, Infraestrutura Hídrica e Desenvolvimento Rural, juntamente com grupo de empresários do setor visitaram o complexo.

Além de Muquém, a comitiva se deslocou até o município de Sítio do Mato, no distrito de Gameleira da Lapa, para conhecer o empreendimento que será integrado ao complexo sucroalcooleiro.

O município de Barra também integra o proposta do governo estadual em implantar complexos industriais de açúcar e álcool. A plena operação destas Usinas nos dois municípios, o Governo do Estado espera que sejam gerados 9,2 mil empregos diretos e 30 mil indiretos nos próximos anos.

Você concorda? Comente! Seu ponto de vista é importante.