Servidores da Educação em Sítio do Mato anunciam paralisação

Aprovada em assembleia no último dia 28 de fevereiro, a categoria docente do município de Sítio do Mato resolveu paralisar parcialmente as atividades como forma de reivindicar o plano de carreira e valorização dos profissionais da área educacional no município.

O protesto vem após várias sinalizações do Sindicado dos Servidores Públicos de Bom Jesus da Lapa e Sítio do Mato (SINSPUB) que mostrava a insatisfação dos servidores da educação com o tratamento da gestão municipal sobre a pauta de reivindicação e algumas irregularidades praticadas.

Em contato com a nossa redação do GNews, o SINSPUB abordou diversos pontos que vêm incomodando a classe. Além de o município ser um dos poucos na região em não possuir plano de carreira para os docentes, o que impacta no futuro da educação do município, favorecimentos a grupos de apoiadores da atual gestão estariam sendo praticados, como pagamento de vantagens indevidas, desvios de função e até para aqueles sem função nenhuma na educação.

Em tom pacífico, os servidores decidiram por “paralisar suas atividades a partir da segunda semana após início das aulas, mantendo-se, pela essencialidade e continuidade aos serviços público de maior relevância social, o quantitativo 50% da jornada de trabalho dos servidores que aderirem ao movimento”, destaca o SINSPUB em nota.

De acordo com o sindicato, em todas as assembleias e pautas, a atual prefeita, Sofia Márcia, foi notificada para que se fizesse presente ou mandasse representantes, no entanto, os servidores e as convocações foram ignorados.

Com base nos dados do Censo da Educação, o município possui 26 escolas e 2.875 alunos na rede municipal. São cerca de 371 servidores efetivos na educação, entre docentes, auxiliares e demais profissionais da educação no município.

Sítio do Mato é um daqueles municípios na Bahia que ainda não possui plano de carreira para o magistério, e na região, é o único que ainda não possui incentivo para o crescimento da carreira dos professores. Na microrregião, que engloba Sítio do Mato, Muquém do São Francisco é quem se destaca (veja aqui) por possuir o melhor plano de carreira para os professores da região, desbancando municípios mais ricos, como Bom Jesus da Lapa, por exemplo.

 

 

Você concorda? Comente! Seu ponto de vista é importante.